Buscar
  • Luiz Carlos Silva Junior

Vaca Sagrada #7: A Igreja é o Reino de Deus

Escrito originalmente por amálgama/Mormon Chronicle - Traduzido, revisado e adaptado por Luiz Carlos Jr.

O que é uma vaca sagrada? Minha definição é qualquer coisa que se acredite baseada apenas na tradição tenha pouca ou nenhuma base em fatos reais. Essas crenças são mantidas tão fortemente que o adorador declara “blasfêmia!” para qualquer um que desafia tal crença.


O objetivo deste artigo não é explicar em detalhes o que é o Reino de Deus (isso levaria muito mais tempo), mas mostrar a falácia da ideia de que a Igreja e o Reino de Deus são a mesma coisa. São, de fato, organizações distintas e separadas.

É certo que os termos Igreja e Reino de Deus têm sido usados ​​de forma intercambiável desde o início da Restauração, o que causou esse equívoco. Os líderes da Igreja discutiram a mistura incorreta dos dois:


“Perguntam-nos se a Igreja de Deus e o Reino de Deus são a mesma organização – e somos informados de que alguns dos irmãos sustentam que são separados. Esta é a visão correta a ser tomada. O Reino de Deus é uma organização separada da Igreja de Deus. Pode haver homens agindo como oficiais do Reino de Deus que não serão membros da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias.” (George Q. Cannon, História da Igreja, 7:381-2)




Uma vez que existem indivíduos agindo como oficiais do Reino que não são membros da Igreja, eles são organizações claramente separadas.


Brigham Young explicou:

“Essa (a Igreja) é o que costumamos chamar de Reino de Deus, mas existem outras organizações. O Profeta deu a organização plena e completa a este reino na primavera antes de ser morto. O reino é o Reino de que falou Daniel, que deveria ser estabelecido nos últimos dias... Não vos lerei os nomes dos membros deste reino, nem vos lerei a sua constituição; mas a constituição foi dada por revelação” (Journal of Discourses 17:156)


Essa mesma revelação que deu a constituição deste Reino revelou o nome completo do reino ao Profeta Joseph Smith:

“O Reino de Deus e Suas Leis, Com Suas Chaves e Seu Poder, e o Julgamento nas Mãos de Seus Servos, Ahman Christ* (Amã Cristo),” (William Clayton Journal, 1º de janeiro de 1845)


Explicando ainda mais a falsa fusão dos dois termos e, em seguida, explicando a distinção, John Taylor disse:

“Deus estabeleceu Sua Igreja, e às vezes dizemos Seu reino. O que queremos dizer com Reino de Deus?... Existe a Igreja de Deus e o Reino de Deus. A Igreja, é claro, refere-se mais particularmente às coisas espirituais, e o reino ao governo e administração temporais e aos assuntos temporais”. (Jornal de Discursos 20:166)




As escrituras ensinam o fato de que também são organizações separadas. Lemos na tradução de Joseph Smith do livro de Apocalipse, capítulo 12:


1 E viu-se um grande sinal no céu: uma mulher vestida de sol, e a lua debaixo dos seus pés, e uma coroa de doze estrelas sobre a sua cabeça.
2 E estava grávida, e gritava, com dores de parto, e com ânsias de dar à luz.
3 E viu-se outro sinal no céu; e eis que era um grande dragão vermelho, que tinha sete cabeças e dez chifres, e sobre as suas cabeças, sete diademas.
4 E a sua cauda levava após si a terça parte das estrelas do céu, e lançou-as sobre a terra; e o dragão parou diante da mulher que havia de dar à luz, para que, dando ela à luz, lhe devorasse o filho.
5 E ela deu à luz um filho homem, que há de reger todas as nações com vara de ferro; e o seu filho foi arrebatado para Deus e para o seu trono.
6 E a mulher fugiu para o deserto, onde tinha lugar preparado por Deus, para que lá fosse alimentada durante mil duzentos e sessenta dias.
7 E houve batalha no céu: Miguel e os seus anjos batalhavam contra o dragão, e o dragão e os seus anjos batalhavam;
8 Mas não prevaleceram, nem mais o seu alugar se achou nos céus.
9 E foi expulso o grande dragão, a antiga serpente, chamada o Diabo e Satanás, que engana todo o mundo; ele foi lançado na terra, e os seus anjos foram lançados com ele.

Aqui, novamente, vemos que a Igreja (a mãe) e o Reino (o filho) são representados e mostrados como duas entidades separadas.


A mãe é a Igreja de Cristo, o filho é o Reino de Deus. Quem é o pai? Para mais informações sobre a estrutura e as atividades do Reino sob Joseph Smith, confira o recém-publicado projeto Joseph Smith Papers, Administrative Records: Council of Fifty Minutes.


*Ahman é mencionado duas vezes como um dos nomes de Deus em Doutrina e Convênios. Em cada caso, Jesus Cristo é chamado Filho Ahman, sugerindo Filho Deus e filho de Ahman (D&C 78:20) Ahman também é um elemento do topônimo Adão-ondi-Amã, Missouri.

5 visualizações0 comentário