Três perigos internos que ameaçam a Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias - Parte 3

por Ezra Taft Benson - Traduzido e adaptado por Luiz Carlos Jr.

Finalizando a trilogia do discurso do presidente Ezra T. Benson que aconteceu em outubro de 1964 na Conferência Geral a respeito da preocupação que ele apresentou sobre os perigos internos que ameaçam a Igreja de Jesus Cristo. Nessa última parte vamos falar sobre a imoralidade, algo que já em 1964 era visto como um grande problema para a humanidade, hoje mais de 50 anos vemos a coisa muito mais complicada porém os ensinamentos desse discurso são atuais e podem auxiliar como sobrepujar os desafios da imoralidade sexual.


Imoralidade


Terceiro, imoralidade sexual:


A imoralidade sexual é uma víbora que atinge não apenas o mundo, mas também a Igreja hoje. Não admitir é ser perigosamente complacente ou é como enfiar a cabeça na areia. Na categoria de crimes, apenas o assassinato e a negação do Espírito Santo vêm antes das relações sexuais ilícitas (Alma 39:5), que chamamos de fornicação quando envolve uma pessoa solteira, ou o pecado mais grave do adultério quando envolve alguém que é casado . Sei que as leis do país não consideram a falta de castidade tão séria quanto Deus, nem punem tão severamente quanto Deus, mas isso não muda sua abominabilidade. Aos olhos de Deus, há apenas um padrão moral para homens e mulheres. Aos olhos de Deus, a castidade nunca estará desatualizada.


O desejo natural de que homens e mulheres estejam juntos vem de Deus. Mas tal associação é limitada por suas leis. As coisas devidamente reservadas para o casamento, quando assumidas pelos laços do casamento, são corretas e agradáveis ​​a Deus e cumprem o mandamento de se multiplicar e encher a terra (Gênesis 1:28). Mas essas mesmas coisas quando tiradas dos laços do casamento são uma maldição.


Nenhum pecado está causando a perda do Espírito do Senhor entre nosso povo mais hoje do que a promiscuidade sexual. Está fazendo nosso povo tropeçar, prejudicando seu crescimento, obscurecendo seus poderes espirituais e tornando-os sujeitos a outros pecados.

Recentemente, um jovem comentou que, se parasse de ler livros, assistir TV, ver filmes, ler jornais e revistas e ir à escola, havia uma chance de que ele levasse uma vida limpa. E isso explica, em grande parte, até que ponto esse mal insidioso se espalhou, pois o mundo trata esse pecado levianamente. Essas forças do mal aumentam a sua luxúria e, em seguida, falham em falar das consequências trágicas. Em tantos filmes, o herói pode se safar do crime, contanto que possa brincar sobre isso, ou explicar que não tem poder para fazer nada, ou então, no final do filme, mostre uma virtude mínima que deve encobrir o mais grosseiro dos pecados. Muitas de nossas revistas nacionais proeminentes vão para o lado mais vil, mas tentam cobrir por si mesmas incluindo outros artigos também.


Nossa moral se tornou tão distorcida que alguns jovens não ousariam tocar em um cigarro, mas se envolveriam livremente em troca de caricias entre si. Ambos estão errados, mas um é infinitamente mais sério que o outro.


Os pais devem dar aos filhos instruções específicas sobre castidade desde cedo, tanto para proteção física quanto moral. Anos atrás, o Presidente David O. McKay, que Deus o abençoe, leu uma declaração escrita pela Sra. Wesley a seu famoso filho John. Recomendo-o como base para o julgamento referente à questão da castidade. “Você julgaria a legalidade ou ilegalidade do prazer? Siga esta regra: Agora observe, tudo o que enfraquece sua razão, prejudica a ternura de sua consciência, obscurece seu senso de Deus, tira seu gosto pelas coisas espirituais, tudo o que aumenta a autoridade do corpo sobre a mente, isso é pecado para você , por mais inocente que possa parecer em si mesmo. ”

Evite as armadilhas da imoralidade


Posso sugerir alguns passos para evitar as armadilhas da imoralidade:


(1) Evite horas tardias e cansaço. O Senhor disse para ir para a cama cedo (D&C 88:124), e há bons motivos para isso. Alguns dos piores pecados são cometidos depois da meia-noite por cabeças cansadas. Os oficiais nas alas e estacas, ramos e missões não devem manter nosso povo, especialmente nossos jovens, acordado até tarde da noite, mesmo para recreação saudável.


(2) Mantenha seu vestido modesto. Saias curtas não agradam ao Senhor, mas a modéstia sim. Meninas, não sejam uma tentação para sua ruína por causa de suas roupas pouco recatadas e justas.


(3) Ter boas amizades ou simplesmente não ter. Tenha cuidado na seleção de seus amigos. Se na presença de certas pessoas você é elevado a alturas mais nobres, você está em boa companhia. Mas, se suas amizades ou companhias encorajam pensamentos mesquinhos, é melhor deixá-los.


(4) Evite toques e carícias como uma praga, pois toques e carícias são a concessão que precede a perda total da virtude.


(5) Ter uma boa prática física de algum esporte ou exercício. Supere o mal com o bem. Você pode vencer muitas inclinações malignas por meio de bons exercícios físicos e atividades saudáveis. Uma alma sã, livre das influências entorpecentes do corpo e do espírito do álcool e do fumo, está em melhores condições para derrotar o diabo.


(6) Tenha pensamentos limpos. Aqueles que têm pensamentos puros não praticam atos sujos. Você não é apenas responsável perante Deus por seus atos, mas também por controlar seus pensamentos. Portanto, viva para que você não corar de vergonha se seus pensamentos e atos pudessem ser exibidos em uma tela em sua igreja. O velho ditado ainda é verdadeiro: você semeia pensamentos e colhe atos, semeia atos e colhe hábitos, semeia hábitos e colhe um caráter, e seu caráter determina seu destino eterno. “Como o homem pensa, assim é” (ver Provérbios 23:7).


(7) Ore. Não há tentação colocada diante de você que você não possa evitar. Não se permita ficar em posições onde seja fácil cair. Ouça os sussurros do Espírito. Se você está engajado em coisas nas quais acha que não pode orar e pedir as bênçãos do Senhor sobre o que está fazendo, então você está engajado no tipo errado de atividade.


Sim - evite horas tardias; vista-se com recato; busque boas amizades; evite toques e carícias; ter uma boa saída física; tenha bons pensamentos; orar.

Que o Senhor nos abençoe como povo. Tomamos sobre nós convênios sagrados. Devemos ser fiéis. Estamos no mundo, é verdade, mas não devemos participar dos males do mundo. Estejamos sempre em guarda contra a bajulação de homens proeminentes no mundo, falsas ideias educacionais e impureza sexual. Oro humildemente em nome de Jesus Cristo. Amém.


(Fonte: Conferência Geral SUD, outubro de 1964 )

3 visualizações0 comentário