Buscar
  • Luiz Carlos Silva Junior

Sim, você será julgado por suas escolhas políticas.

Texto original por amálgama/Mormon Chronicle - Traduzido e adaptado por Luiz Carlos Jr

"As escrituras nos dizem quais leis apoiar, quais candidatos apoiar e nos diz que Deus nos responsabilizará"

De tempos em tempos, em resposta a um artigo sobre o que os profetas disseram sobre governo, liberdade e Constituição, as pessoas dirão (como para desmascarar o artigo), “Deus não julga a política de ninguém!”.


Se por política você quer dizer a que partido você pertence, você está certo, não há nenhuma revelação em nossas escrituras sobre a qual partido se juntar. No entanto, o Senhor é bastante claro que SOMOS responsabilizados por quais políticas apoiamos e como apoiamos sua implementação.


Em D&C 98:4–7, 11 o Senhor explica que devemos apoiar as leis constitucionais, explica o que são as leis constitucionais e nos diz que qualquer coisa que não seja esses princípios é má e nos diz para “evitar” o mal.


4 E agora, em verdade vos digo com respeito às leis do país: É a minha vontade que o meu povo procure fazer todas as coisas que eu lhe mandar.

5 E a lei do país, que for constitucional, que apoiar o princípio da liberdade na observância de direitos e privilégios, pertencerá a toda a humanidade e será justificável perante mim.

6 Portanto, eu, o Senhor, vos justifico, vós e vossos irmãos de minha igreja, no apoio à lei que é a lei constitucional do país;

7 E quanto às leis dos homens, o que for mais ou menos do que isso provém do mal.

11 E dou-vos o mandamento de renunciardes a todo mal e vos apegardes a todo o bem e viverdes por toda palavra que sai da boca de Deus.


D&C 101:77-78 explica que o Senhor nos deu a Constituição com o propósito expresso de nos dar um governo que nos permitirá sermos responsáveis ​​por nossos próprios pecados, porque isso não interfere em nossas atividades diárias, mas apenas nos que diz ao governo o que eles são e não estão autorizados a fazer.


77 De acordo com as leis e a constituição do povo, que permiti fossem estabelecidas e que devem ser mantidas para os direitos e a proteção de toda carne, segundo princípios justos e santos;

78 Para que todo homem aja, em doutrina e princípio relativos ao futuro, de acordo com o arbítrio moral que lhe dei, para que todo homem seja responsável por seus próprios pecados no dia do juízo.

E, finalmente, D&C 134:1, 5-6 declara claramente que Deus “responsabiliza os homens por seus atos em relação ao governo”


1 Nós cremos que os governos foram instituídos por Deus em benefício do homem; e que ele considera os homens responsáveis por seus atos em relação aos mesmos, tanto na formulação de leis como em sua execução, para o bem e segurança da sociedade.


5 Cremos que todos os homens têm a responsabilidade de suster e apoiar o governo do lugar em que residem, desde que protegidos em seus direitos inerentes e inalienáveis pelas leis de tal governo; e que o motim e a rebelião são inadequados a todo cidadão assim protegido e devem ser punidos convenientemente; e que todos os governos têm o direito de estabelecer leis que, a seu ver, sejam mais adequadas para assegurar os interesses públicos; ao mesmo tempo, contudo, mantendo sagrada a liberdade de consciência.


6 Cremos que todo homem deve ser respeitado em sua posição, governantes e magistrados como tais, sendo nomeados para proteção dos inocentes e punição dos culpados; e que todos os homens devem respeito e deferência às leis visto que, sem elas, a paz e a harmonia seriam suplantadas pela anarquia e pelo terror; as leis humanas foram instituídas com o propósito expresso de regular nossos interesses como indivíduos e nações, entre um homem e outro; e as leis divinas foram dadas pelo céu, para prescrever regras sobre assuntos espirituais, para fé e adoração, devendo o homem dar contas de ambas a seu Criador.


As escrituras nos dizem quais leis apoiar, quais candidatos apoiar e nos diz que Deus nos responsabilizará por nossas escolhas nesses assuntos, não importa o quanto desejemos o contrário.


Pode ser uma boa ideia descobrir o que o Senhor disse e cuidar de qualquer arrependimento que precisemos fazer.



0 visualização0 comentário